02 fevereiro 2006

Tornar-se muçulmano no Texas

Este vídeo é muito interessante. Alguns americanos contam como tem sido a sua experiência de conversão ao islamismo no Texas. A mim impressionou-me um bocado a falta de informação acerca do que é o islamismo.

6 comentários:

Brian disse...

Foi muito interessante, mas a minha pergunta é, O que este video revela sobre a "popular Christianity" no Texas? I am concerned about the truth that this reveals about how shallow our depth of understanding and trusting faithfulness really are. The main reason the Texans converted was because Christianity didn't deliver "what they expected". Islam was their "self-fulfillment".

Where is the recognition of God's of his truth and love for us in the sacrifice of his Son? What does this say about the lack of intensity we Texan Christians have in advancing the kingdom of Heaven?

Nuno Barreto disse...

Exactamente. Isto fala mais do que o cristianismo devia estar a oferecer e não está, do que do que o islamismo oferece. É o facto de o cristianismo estar como está (vazio, impessoal) que leva as pessoas a isto. Este não é o cristianismo que Jesus Cristo pregou.

Brian disse...

Mas eu posso testificar de outra experiência, para a glória do nosso Deus!!! Estou como uma família cristã na qual Deus não está realizando os nossos sonhos, senão que Ele está fazendo muito além do que pudéssemos imaginar! Vidas completamente transformadas, pessoas sendo livradas da escravidão ao poder do inimigo, sanamentos de enfermidades, provisão financeira! Acima de tudo isso, Deus está cultivando dentro de nós um desejo da justiça dEle, y dEle mesmo! Viver uma vida reta está se tornando um prazer em vez de ser um peso constante.

Podemos ver o reino de Deus sendo manifestado no nosso meio, e nosso Senhor Jesus Cristo está sendo glorificado como o Rei supremo! É uma maravilha. Pelo que estamos passando juntos como família, os nossos relacionamentos são muito mais íntimas que qualquer que existe na minha família carnal. É um amor incrível, e ao mesmo tempo um amor real.

Nuno Barreto disse...

Sim, graças a Deus por isso. A igreja de Cristo não está morta, e muitos de nós estamos a experimentar o verdadeiro cristianismo.

Nuno disse...

Impressionante. Como é que um tipo que estava à beira de se tornar pastor, chega ao ponto de dizer que o islamismo é que é? Que tipo de discipulado tinha? Quem é o Deus cristão dos texanos? Dá que pensar...muito bom Nuno!

Ego ipse disse...

Como o Brian e o Nuno impressiona-me muito esta possibilidade! Só nos mostra que voltamos ao tempo de Constantino Imperador, as conversões, o cristianismo não é genuino é ao sabor dos interesses, das politicas, da tradição familiar! Parece-me que Cristo tinha razão: "Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?" Lucas 18:8