17 novembro 2005

O Cristianismo é uma religião oriental

Neste artigo a autora mostra-se chocada por haver algumas pessoas que afirmam que o cristianismo é uma religião oriental. Bem, eu sei que algumas pessoas têm dificuldades com mapas, mas se a minha memória não me falha, Jerusalém fica no oriente, e foi lá que o cristianismo começou.

O que a preocupa, e a outras pessoas que pensam como ela, é que se o cristianismo é uma religião oriental, então, como diz Paul, talvez não seja uma religião altamente racional, teórica, permeada de pensamento iluminista, e focada em doutrina. Se calhar, como o judaísmo e quem sabe a igreja primitiva, é uma religião bastante emocional, comunitária, e focada na prática. E isso foge bastante da tradição cristã ocidental.

Não será caso que o cristianismo pode ter doutrina, e ao mesmo tempo emoção, comunidade, e prática? Ou será que o cristianismo tem de ser uma religião de rituais e doutrinas que não influenciam a vida dos cristãos na prática?

2 comentários:

Ego Ipse disse...

Continuo a achar que o cristianismo é mais prático que racional... mas tens razão.. infelizmente temos "racionalizado e ocidentizado" para perca nossa

Nuno Barreto disse...

Pois, na realidade depende muito da vertente cristã. Os movimentos protestantes têm racionalizado mais a coisa do que os católicos, acho eu.