24 junho 2005

Tempo para relacionamentos

Por vezes o nosso activismo é tanto, que não temos tempo para as pessoas que estão à nossa volta. Do que vale termos os eventos mais espectaculares nas nossas igrejas, se o relacionamento entre nós não se aprofunda? E por favor, não estou só a falar dos jovens, mas de todos. Se os relacionamentos entre as pessoas da igreja não se estão a aprofundar, por todos os sectores (sociais, etários, etc), então permitam-me a ousadia de dizer que não estamos a ser igreja, pelo menos como deve de ser.

Por mais espectaculares que sejam os cultos/reuniões/missas, se não houver relacionamento entre as pessoas, não temos nada. Por melhores que sejam as postas de pescada que ponho neste blog, sem relacionamentos sou apenas mais um que fala fala. Porque o relacionamento chegado é a maior marca que se pode ter do amor, e sem amor, não somos nada. Por vezes perdemo-nos na quantidade de coisas que fazemos na igreja, e perdemos o mais importante.

Eu precisei simplificar a minha vida para conseguir mudar isso. Talvez tu também precises disso.

3 comentários:

Paula disse...

Realmente é mesmo isso.
O mais importante são os relacionamentos, sem dúvida. Não podia estar mais de acordo.
Tenho olhado muito p Jesus, pq é com ele que quero aprender a ser o q devo, e ele investiu quase todo o seu tempo em relacionar-se com as pessoas, e não a fazer GRANDES E ESPECTACULARES eventos ou seja o q for.
Tenho aprendido ultimamente que são os relacionamentos que nos ajudam tb na nossa vida cristã!

JOINCANTO disse...

*suspiro*
Cada vez gosto mais deste Blog...

Nuno Barreto disse...

acho que é bom sabermos que não somos os únicos a pensar assim :)