06 outubro 2005

A imprensa só dá para rir

Depois de ver aquele artigo do Times, não posso deixar de deixar os meus desabafos sobre a imprensa. Até hoje, não houve um único artigo ou reportagem televisiva que retratasse correctamente um evento do qual eu tivesse conhecimento de causa. E não estou a falar de erros pequenos. Estou a falar de pegar numa estória e moldá-la completamente (para não dizer deturpá-la). Por isso para mim, a imprensa, logo a seguir aos políticos e aos comerciais, é a classe que pela qual tenho menos respeito.

Menos grave, e hilariante, é o quando usam um título sujestivo, mas depois quando se lê o conteúdo, vê-se que não tem nada a haver. Foi o que aconteceu no artigo anterior.

Triste, é ver que a imprensa, em vez de informar, serve para moldar a forma de pensar do povo.

2 comentários:

Ego Ipse disse...

Infelizmente podes alargar o leque à restante comunicação social! Hoje somos habituados a acreditar e a tomar (mtas vezes erradamente) como certo o que nos é transmitido: Em vez de formar e informar encontramos o deformar

Nuno Barreto disse...

Sim, a imprensa até é a menos mal. Se formos falar de jornalismo televisivo então, é do piorio.