29 julho 2005

Comunidade pegajosa

Uma comunidade, para ser comunidade, precisa de relacionamentos. Os relacionamentos para serem relacionamentos, precisam de comunicação. Como tal, arrisco-me a dizer que a comunicação é a cola principal de uma comunidade. Sem comunicação não há relacionamentos, e logo não há comunidade.

A comunicação vai desde as coisas que as pessoas de uma comunidade têm em comum, como as actividades, as decisões; até ao que as pessoas têm de mais pessoal. A comunicação das coisas em comum deve passar por todos, sem excepção. As coisas mais pessoais devem ser partilhadas com as pessoas com as quais temos mais confiança. Mas tem de haver um pouco de todo o tipo de comunicação.

Quando não se comunica entre a comunidade, principalmente sobre as coisas que são comuns, as pessoas acabam por sentir-se excluídas, e a cola que junta a comunidade começa a ficar fraca. E um dia, a comunidade desintegra-se, sem nada que a une.

2 comentários:

Paula do Ó Barreto disse...

axo q tens razão.
A comunicação é uma peça fundamental para a saúde de uma comunidade ou grupo de pessoas.
No caso do assunto abordado, penso que o tipo de comunidade que se tem, e o papel de cada membro, é importante ser entendido. Pois quando estas duas questões não estão bem explicitas podem, sem dúvida, criar confusões e como tu disseste, sentimentos de exclusão.
Nada melhor do que tentar entender o tipo de comunidade em que se está inserido, assim como o papel de cada um.

Paula disse...

Mais uma vez gostei do título! Para variar... tens razão, para haver relacionamentos tem de haver a cola da comunicação e muito mais coisas...