15 julho 2005

Solidariedade hipócrita

Hoje em dia perde-se muito a verdadeira solidariedade. O verdadeiro preocupar-se com os outros. A norma corrente é, se está tudo bem, então somos todos amigos, e damo-nos todos bem. Se alguma coisa na tua vida está a correr mal, então vai-te tratar, amanha-te, desenrasca-te, e quando estiveres bem, logo vens ter connosco. Tem de estar sempre tudo bem. E se não está, então vem a crítica e o afastamento. E as pessoas adoptam uma forma de ser hipócrita, em que dizem que está tudo bem, mas lá por dentro sentem que precisam de ajuda em n coisas. Quando isso acontece, tornamo-nos uma igreja de fachada. Muito bonito por fora, mas podre por dentro, tal como Jesus criticou os fariseus de serem.

2 comentários:

jc disse...

:D Caiadinhos por fora, podres por dentro...

GOSTEI!!!

dhuoda disse...

É a sociedade de consumo, das aparências, dos tais fariseus hipócritas, tão presentes nos conhecidos,como na família, onde esse fariseísmo marginaliza cruelmente e dói.
É a sociedade da mentira e da falsidade...