21 julho 2005

Venham à missa

"Estejamos atentos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, sem abandonarmos a nossa assembleia - como é costume de alguns - mas animando-nos, tanto mais quanto mais próximo vedes o Dia." (Hebreus 10:24,25)

Muitos usam estes versículos para apontar o dedo àqueles que não vão assiduamente à igreja-edifício, pois o sinal máximo do verdaadeiro cristão para eles, é não faltar ao culto/missa de Domingo. Na realidade, muitos deixam de o fazer porque não acontece o que está no resto dos versículos. Não se sentem atendidos, nem estimulados ao amor, nem estimulados às boas obras, nem animados. E no entanto talvez sintam isso tudo num outro sítio que não tem o aspecto formal de igreja. É difícil ser cristão a sério na igreja-instituição sem nos tornarmos religiosos. Se as pessoas não estão a ir regularmente, talvez a igreja-instituição tenha de apontar o dedo a ela própria.

5 comentários:

Paula disse...

Como sempre os teus títulos são polémicos hihihi
De acordo!

Trinity disse...

Pois é, títulos é contigo.
Eu penso que o culto (a missa), como tu dizes, perdeu substancialmente o seu objectivo, deste modo, o versículo deveria dizer o seguinte: Estejamos atentos à hora em que começa a missa, para nos estimularmos a cantar e a ouvir o pregador, sem abandonar de frequentar o culto ao domingo - como é costume de alguns, principalmente no verão. Mas cumprimentando-se com um olá e Tchau apenas aos que estão presentes. Os ausentes são desviados."

Nuno Barreto disse...

:D

Paula disse...

Ai paulinha, o que eu já me ri com o teu versiculo... acho que se deus escolher escrever uma nova bíblia (heresia, sim, eu sei), vai-te escolher... hihiiiiii

Trinity disse...

hã!! Tenho talento!!!
Olhem que isto foi inspirado!!
Conforme diz as escrituras...