01 julho 2005

Criticar q.b

Bom, criticar o que está mal faz parte do processo revolucionário, mas para realmente melhorar as coisas é necessário mostrar alternativas positivas. Por isso, e porque olhando por alto para os meu artigos notei que a maioria dos artigos são críticas, vou procurar equilibrar esse aspecto. Principalmente porque por vezes tenho-me esquecido de mostrar a alternativa positiva. Qual a vossa opinião acerca disso? Acham que estou a fazer uma avaliação correcta do meu blog?

6 comentários:

JOINCANTO disse...

Devemos enfatizar o que está bem e não esquecer o que está mal.
Continua!

Paula disse...

Acho que tens estado bem, mas sim, acho q além do que tens feito deves salientar mais ainda as tuas sugestões.

Vilma disse...

É como dizes : há críticas boas e más; umas constroem outras destroem. Tu tens levantado questões oportunas e coisas que nos fazem pensar. Não vejo no teu blogue a crítica destrutiva...!

cxp disse...

:] sim é preciso questionar td para voltar a (re)fazer/(re)construir td :]; mas sim tb acho q temos q ter 1 q.b. pq se não é perfeitamente normal q no meio do nosso entusiasmo e querer ver td acontecer... não pensemos em outros q ainda tão a "tentar apanhar o comboio"...
Ok, tem q haver revolução e buga lá com isso p/frente e ao mm tempo sermos prudentes...falo de pedirmos constantemente direção e sabedoria a Deus em td! Esp q entendas!?Acho q sim!!

cxp disse...

[como se costuma dizer 'tou a "pregar"/falar p/mim em 1º lugar e dep para todos! MAS continuo a achar q não se deve PAraR de partilhar e FALAR no q se 'tá a passar, só assim "se pega o bichinho a outros"...]

Nuno Barreto disse...

Sim, entendo. Acho que falamos a mesma linguagem :)